quarta-feira, 1 de setembro de 2010

j & j.

sei que neste momento apetece-me chegar ao pé da minha avó (paterna) e apertar-lhe o pescoço até ficar sem forças. as minhas lindas gatas fugiram porque ela não soube fazer o favorque nós lhe pedimos ! (que era tomar conta delas enquanto tivessemos em sesimbra) agora esta casa está ainda mais vazia , já não se ouvem os gizos das suas coleiras enquando brincavam, já não acordamos com aqueles beijinhos que a joaquina dos dava, nada ! e ela ainda tem a lata de se rir disto e arranjar outra gata. não quero outra, quero as minha gatas ! aquelas que eu vi crescer, aquelas que me davam aqueles tão doces beijinhos e que faziam das minhas bochechas almofadas. quero pegar-lhes ao colo e dar-lhes festinhas até elas adormecerem, tão inocentes. quero-as de volta, porque digamos que eu afeiçoei-me a elas de uma maneira tão especial que elas já faziam parte de mim. (sim tinha uma gata chamada joaquina e outra julieta, a minha mãe gosta de dar esses nomes assim mais cómicos às gatas, e eu gosto muito.)

5 comentários:

  1. também me afeiçoei tanto a minha branquinha, se ela fugisse nao sei o que faria :c
    força.

    ResponderEliminar
  2. não sabia disso :o
    tenho muita pena :'

    -ana sales luís

    ResponderEliminar
  3. ó, a joaquina :'
    eu gostava dela, a sério.

    ResponderEliminar

dá a tua opinião :)